O que a menina Li consegue captar por aí com a sua Sony...e mais alguns vipes e divagações!

New stuff

Damn!

Até tu, Brutus?!

You wouldn't!!!

Nooooooooooooo

Já chega de cartões, pode...

Bam!

I know nothing and I'm go...

É...

This.

Do Português!

Old (but good) stuff

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

Da incógnita do dia de hoje!

O meu rico cão ontem deitou umas das cercas do jardim(zinho) da frente abaixo. A única coisa que pudémos fazer foi levantar aquilo e encostar de volta à cerca do lado e rezar (sentido figurativo!) para que ele não descubra que aquilo está, a modos que, frágil. Ora eu hoje estou aqui na empresa e penso no que será que vou encontrar quando chegar a casa...é que imaginem o cenário comigo: Chuva, terra, cascalho, e um cão (de pelo claro) que gosta de escavar buracos até à china. E pior, tem uma parceira do crime que é muito mais ardilosa que ele e gosta de lhe mostrar, mesmo não gostando de escavar, como é que se contornam portas fechadas e cercas e coiso.

 

Ai. Já me está a dar uma dor!!

 

E digam lá se não parece um anjo aqui. Aaaaah, raiospartamestemeucãoqueeuamodepaixão!!

IMG_0043.JPG

 

 


Ela é que sabe, a Li às 12:11

link do post | Diga lá de sua justiça | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 18 de Novembro de 2014

C'á b'jinho...

...a quem veio aqui parar ao estaminé por ter pesquisado por "gajas fofas nuas". É que podia ser só "gajas nuas", mas não, colocou-se o adjetivo "fofas" e eu acho que só por isso merece um mimo, no mínimo!

 

Muahah :D


Ela é que sabe, a Li às 14:49

link do post | Diga lá de sua justiça | favorito

Das surpresas da vida!

Se, há uns anos (nem é preciso muitos, basta um!), me tivessem dito que eu ia andar a jogar Call of Duty com vontade, eu ia dizer na hora que esse alguém tinha endoidecido!!

 

E agora mordia a língua!!

 

Mas tenho limites, só aniquilo aliens.


Ela é que sabe, a Li às 12:38

link do post | Diga lá de sua justiça | favorito

Sexta-feira, 14 de Novembro de 2014

Do Instagram

Gosto do Instagram. Tornou-se a minha rede social favorita. E se achava, ingenuamente, que era uma rede social mais neutra (pelo menos muito mais que o facebook), em que entrava pouca maldade e afins (tipo trolls! Ah senhores, os trolls!!), começo a aperceber-me cada vez mais de que já não é bem assim. Eu, pessoalmente, não tenho comentários de trolls no meu (nem possibilidade de isso existir, por ora, acho. Not anymore, muahah), mas leio cada vez mais noutras contas. E depois há os follows/unfollows, followforfollow's, followme's e afins que me fazem ficar meio "encafifada". Em relação aos últimos, epa, sim, é bom que nos sigam, partilhamos as fotos por alguma razão, mas tipo, a cena é seguires amigos ou pessoas/contas, pelas quais tenhas real interesse. Ptt follow4follow's da vida, lamento, mas não vos entendo.

Os follows/unfollows, que já percebi, não sou assim tão inocente, é só para terem mais seguidores, e serem bué importantes e não seguirem muita gente, também é só parvo. E nem vale a pena explanar sobre o assunto.

Mas ontem, ao ver fotos antigas e comentários, dei-me conta de uma pessoa (pode ter havido mais não faço ideia), com a qual apenas tinha trocado meia dúzia de palavras super triviais sobre algumas fotos (mesmo triviais, tipo "que sítio giro! Onde é?" e "adoro esse bolo também") que trocou de nome de IG e me bloqueou. É certo que bloqueou muito mais gente porque deixou, praticamente, de ter pessoas "a seguir", mas fiquei a pensar na coisa, e começo logo a fazer um filme do género, e se for uma pessoa meio maluca e quis "entrar" no meu IG assim de fininho para algo menos bom? Agora bloqueia-me, deixo de me lembrar dela, mas continua a ver as minhas fotos... Nanananana... que eu topei-a e já a bloqueei também, just in case. :P

Entretanto vai de fazer uma limpeza, de vez em quando tem de ser. Já que não tenho o meu IG privado, quando alguns "werdos" me seguem, bloqueio logo. Já não é a primeira vez que me seguem pessoas com fotos de armas e dinheiro e afins...brrr creepy...!!

Contas feitas, os malucos do meu IG estão todos bloqueados. (I hope)

E, só naquela, já me fui armar em nerd e já tenho uma app que escarrapacha tudo sobre os seguidores do IG. Pumba!


Ela é que sabe, a Li às 12:15

link do post | Diga lá de sua justiça | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 6 de Novembro de 2014

Pelo na venta!

Esta foto espelha tão bem a personalidade dos meus cães, tão mas tão bem, que eu sempre que a vejo tenho de me rir! :D

 

IMG_1764.JPG

 E não é defeito, é feitio, certo, D. Emma? :P


Ela é que sabe, a Li às 16:19

link do post | Diga lá de sua justiça | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 4 de Novembro de 2014

Chandelier

 

Estou completamente viciada nesta música há imenso tempo!

E muito por causa desta miúda - Maddie Ziegler - que dança...uiii, se dança!

Divergente-22.jpg

index.jpg

 

 

 


Ela é que sabe, a Li às 10:45

link do post | Diga lá de sua justiça | favorito

Segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

Adeus Atunzinho :'(

Este post é uma homenagem ao querido Atum Bisnaga, que neste dia 1, ronronou pela última vez...

Se é frequente, quando lemos alguns blogs e trocamos opiniões com essa pessoa, sentirmos quase como se fossemos amigas e como se a conhecessemos na vida real, o mesmo acontece quando lemos blogs de animais. E como bem disse a sua "mamã", o Atum foi gentilmente partilhado com todos os que liam o blog, e por todos acarinhado. E portanto, era um bocadinho nosso, sim. E cá em casa falei dele (e dos manos) como se o conhecesse e, inclusivé, fazia o gajo da casa perguntar "de quem é o Atum mesmo?" pensando que era de uma amiga, tal era a familiaridade com que falava dele :)

E por tudo isto, ontem, quando li no facebook que tinha feito o seu último ronron, chorei como se fosse meu. E senti uma perda de algo que, realmente, nunca tive. É uma sacana esta internet...

 

É certo que só sente isto quem ama animais, e eu nesse aspeto sou uma felizarda porque os amo muito.

 

Portanto, Atunzinho, daqui para o céu dos gatos, uma grande amassadela nesse pelo branquinho e uma beijoca no focinho.

 


Ela é que sabe, a Li às 18:48

link do post | Diga lá de sua justiça | ver comentários (4) | favorito

Who's this chick anyway?

Pesquisar

 

Julho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Tags

todas as tags

Coisas mais lindas

Bom dia

blogs SAPO

subscrever feeds